Laboratório de Investigação | Ciência, Inovação, Tecnologia e Educação

Feira de Ciências – Conflitos e Diálogos na escola

Postado por thaianeoliveira em 24/May/2021 - Sem Comentários

Em 2020, o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estudos Comparados de Administração de Conflitos (INCT-InEAC) em parceria com o CiteLab e outros grupos e núcleos de pesquisa, realizou a primeira edição da Feira de Ciências Conflitos e Diálogos nas Escolas, com a participação de 12 escolas de todo o estado do Rio de Janeiro, envolvendo oito municípios do estado do Rio de Janeiro, 57 alunos e cerca de 25 professores da rede pública estadual e municipal de todo o estado do Rio de Janeiro.

As escolas participantes foram:

● Ceja Professor Jair Natalino Espíndola Travassos – Angra dos Reis

● CIEP 155 Maira Joaquina de Oliveira – Seropédica

● CIEP 156 – Doutor Alberto Sabin – Seropédica

● CIEP 430- Carlos Marighella – São Gonçalo

● CIEP 449 Gov. Leonel de Moura Brizola Intercultural Brasil França – Niterói

● Colégio Estadual Brigadeiro Nóbrega – Angra dos Reis

● Colégio Estadual Dom Pedro II – Petrópolis

● Colégio Estadual Doutor João Maia – Resende

● Colégio Estadual Joaquim Leitão – Magé

● Colégio Estadual Pinto Lima – Niterói

● Colégio Estadual São Cristóvão – Queimados

● Colégio Estadual Walter Orlandini – São Gonçalo

A feira de ciências teve como objetivo propiciar um espaço de diálogo entre pesquisadores da Universidade pública e professores e alunos do Ensino Médio, de maneira que os alunos possam expressar-se, através de suportes midiáticos, sobre temas relacionados à administração de conflitos no ambiente escolar. Muitos são os conflitos que emergem neste espaço, exigindo envolvimento de toda a comunidade escolar. Para administrar essas questões é essencial promover diálogos entre a escola e o aluno e ouvir o que todos têm a falar sobre sua própria realidade. É neste contexto que produções midiáticas como as estimuladas pela feira de ciências são importantes recursos para o desenvolvimento da liberdade de expressão, do direito à informação e do estímulo à cidadania.

Para essa primeira edição, os estudantes foram convidados a desenvolverem podcasts e expressarem o conhecimento construído ao longo da experiência, como um material de educação e divulgação científica. A partir de um esforço multidisciplinar, coordenadores, professores e estudantes, entre o 1º e 2º ano do Ensino Médio, desenvolveram episódios com temáticas relacionadas às dificuldades que estão enfrentando atualmente na rotina escolar, inserindo demandas sociais e suas experiências cotidianas nessas produções.

Os podcasts estão disponíveis em: https://anchor.fm/pesquisas-escolares

Os 20 melhores trabalhos foram premiados com bolsas de Iniciação Científica de Ensino Médio para realização de pesquisa com a Universidade Federal Fluminense ao longo de 2021. Os podcasts ganhadores foram:

● Saúde e educação: A presença de uma equipe multidisciplinar na escola, de Giovana knoller e Manuela Veríssimo (Colégio Estadual Walter Orlandini)

● Conflitos envolvendo a disciplina de Sociologia em uma sociedade polarizada, de Thayane Xavier de Souza Rocha e Hiago de Macêdo Santos (Colégio Estadual Walter Orlandini)

● Crônicas de Rua e Conteúdos escolares: a cultura hip-hop sob ótica das disciplinas de História, Língua Portuguesa e Sociologia, de Jean Lucas Vianna Mangueira e Bruno Vianna (Colégio Estadual Walter Orlandini)

● O dilema do ouriço – solidão na escola: preconceitos e marcadores culturais, de Ana Beatriz da Silva Luna, Ana Luiza Sant’Anna Bento, Erika de Lima Costa, Lara Camilly da Silva (Colégio Estadual São Cristóvão)

● As dificuldades do ensino remoto no contexto da pandemia, de Karen Camargo e Cassiano Freitas (Colégio Estadual Walter Orlandini)

● “Café com Joaquim” – Desmotivação e desistência do ensino remoto, de Ana Beatriz da Silva Luna, Ana Luiza Sant’Anna Bento, Erika de Lima Costa, Lara Camilly da Silva (Colégio Estadual São Cristóvão)

● Pacificando Conflitos Escolares, de Kethyllen Rodrigues; Vanessa Kethlen Gama do Nascimento; Victoria Luisa dos Santos Dias; Vitor Carvalho da Silva” (Colégio Estadual São Cristóvão)

O projeto é fruto da iniciativa do Instituto de Estudos Comparados em Administração de Conflitos (INCT/InEAC), financiado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, por meio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), da Fundação CAPES/MEC e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ). A segunda edição da Feira está prevista para o ano de 2021, envolvendo mais escolas e ampliando a participação do instituto junto às escolas públicas do estado do Rio de Janeiro. Para mais informações e para participar da segunda edição da Feira de Ciências Conflitos e Diálogos na Escola, entre em contato pelo e-mail oficial do projeto (conflitosedialogos@gmail.com). Acompanhe também as redes sociais no Facebook e Instagram do Projeto Feira de Ciências (@feiradecienciasineac) e do InEAC (@inctineac).

Para mais informações, visite o site do Ineac em: http://www.ineac.uff.br/index.php/podcast-feira-de-ciencias/feira-de-ciencias

Skip to content